"Eu não tenho muitas respostas.
O que eu tenho é Fé.
E uma vontade bonita, toda minha, de crescer."

segunda-feira, 4 de abril de 2011

     Quem disse que um amor com outro amor a gente esquece?
    Confesso que eu tentei,mas não fui capaz,a falta que ele me faz é monstruosa.Tentei esquece-lo usando alguém que eu acho que gosta de mim da maneira que eu gosto dele ,mas não consegui.Sempre depois de cada carícia eu lembrava dos carinhos perfeitos que ele me fazia e aí vinha um remorso,uma dor,uma solidão que mesmo que eu ficasse a noite inteira tentando explicar não encontraria palavras que definissem essa dor terrível.
    E percebi que não era justo com esse alguém e nem seria justo comigo mesma.As vezes me pego pensando:"Que sentimento é esse?"Nunca senti algo assim por alguém antes e até senti,mas por uma pessoa que eu convivi durante anos.Como posso sentir esse sentimento pulsar em meu coração por uma pessoa que eu só vi três vezes?Três únicas vezes!
    É talvez seja como ele mesmo diz.Enquanto algumas pessoas fazem de tudo para serem marcantes ele age naturalmente e simplesmente se torna inesquecível!
    E assim foi.Não fez nada e está em mim até hoje,ou melhor fez o que era necessário ser feito para se tornar inesquecível para mim,sei que onde quer que ele esteja nem lembra mais de mim,nem lembra do tão pouco e do tudo que vivemos.Todas as noites deito em minha cama,fecho os olhos e ao invés do sono o que vem é a imagem dele,todas as noites um único pensamento me mantém acordada?
     "Meu Deus até quando?"
     Tudo que queria era não sentir esse amor insano,platônico no qual nenhum ser pode afastá-lo de mim.Como eu gostaria de encontrar alguém que me despertasse ao menos uma atração,um querer bem.Só isso nada mais,porque não quero jamais sentir algo assim,que me consome,me maltrata e o pior de tudo isso é saber e ter que assumir que nunca mais em minha vida o verei.E até sei que só nos encontramos por um acaso do destino.Que destino cruel esse meu!
    Mas não me arrependo de nada,se eu pudesse viveria tudo exatamente da maneira que foi,mesmo sabendo que ele me diria aquelas palavras amargas antes de sumir definitivamente,viveria com a mesma intensidade porque da maneira que poderia ter sido nós jamais saberemos...
    Foi tudo tão perfeito que parecia um sonho.E é assim que ele é para mim:Um personagem de um sonho que veio até mim e depois sumiu como um sopro.Mesmo com toda essa angústia não vou mais lutar,vou simplesmente sobreviver,um dia de cada vez,um dia após o outro.
    Não há dor que dure para sempre,sei que isso um dia há de passar...
                                             Por: Erika Xavier

2 comentários:

Corrinha Rodrigues disse...

Um dia me disseram que o amor que mais dura é o não correspondido. Mas quando a gente resgata o nosso AMOR PRÓPRIO, o amor só dura enquanto nos faz bem.

Te seguindo,

Abraços.

kinha xavier disse...

Obrigada querida,sou fã das suas postagens.

Beijos.